PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO

Certamente falar de planejamento sucessório ainda é um tabu na sociedade brasileira.Muitas vezes pessoas deixam de planejar sua sucessão com medo de "atrair a morte".

Mas a falta de planejamento sucessório acarreta litígios familiares que se estendem por anos ou décadas. 

Através do planejamento sucessório existe a possibilidade ao menos de minimizar futura brigas familiares.

No ordenamento jurídico brasileiro não existe tanta flexibilidade para o direcionamento patrimonial se compararmos com outros ordenamentos.

A nossa legislação, por exemplo, só permite que se faça testamento sobre 49,99% dos bens da pessoa ao passo que nos Estados Unidos não existe essa limitação.

Mas existem meios legais para maximizar o respeito à vontade do falecido. Através de profissionais habilitados e experientes que desenvolvem e estruturam planejamentos sucessórios para que seja observada ao máximo a vontade da pessoa.